Arquivo da categoria: Marketing Digital

Qual a importância de ter um blog no marketing digital

Qual a importância de ter um blog no marketing digital?

Quase todo profissional de marketing digital possui um blog. Quase toda empresa possui um blog. Você precisa de um blog se quer fazer marketing digital.

Mas, qual a importância de ter um blog no marketing digital? Essa é uma pergunta com várias possibilidades de resposta. Por que, um simples blog, pode fazer milagres em divulgação?

Por que sua empresa precisa ter um site?

Qual a importância de ter um blog no marketing digital?

Qual a importância de ter um blog no marketing digital

Você precisa ter um meio de comunicação sério

Nesse mundo tão corrido, as pessoas precisam de informações rápidas. Elas não ligam para anúncios, por isso, qualquer empresário tem que se virar nos trinta para correr atrás de alguém que faça anúncios interessantes.

Só que isso pode custar caro, muito caro. Então, para dar informações rápidas e que a maioria vai olhar, eles correm para as redes sociais.

Só que redes sociais não é um meio de comunicação sério e confiável. Imagina se surge um concorrente da rede social que você utiliza e todas as pessoas começam a migrar, você terá que mudar toda a estrutura da sua empresa para esse concorrente, se não acabará perdendo clientes.

Só que nem todos seus clientes migraram, então você vai ter que estar em 2 redes. E isso é só o começo dos problemas.

A realidade é que as redes sociais não são confiáveis, mas blogs são. A concorrência de plataforma de blogs é a mínima possível.

As 2 grandes (WordPress e Blogger) abrangem milhares de projetos. Um é pago, o outro é gratuito, mas os dois funcionam perfeitamente e igualmente, sem nenhuma chance de fechar as portas.

 Alto retorno

A verdade é que blogs são fontes de baixo custo e alto retorno. A facilidade com que você cria um blog é assustadora. Em segundos, literalmente, você pode estar com um projeto no ar.

Claro que para dar uma reforma no seu site e deixa-lo com a sua cara você vai gastar um pouco. Contratar um designer para fazer o template e a logo do site pode custar algo, mas é um valor dezenas de vezes mais baixo do que investir em anúncios.

E você pensa que esses anúncios dão mais resultados que blogs? Pois pode estar severamente enganado. Postagem em blogs em campanhas publicitárias estão se tornando essenciais por causa das vantagens de otimização que essa plataforma oferece.

Você posta algo, e em pouquíssimos dias esse algo pode estar na primeira página do Google para algum assunto. São milhares e até milhões de pessoas atingidas em apenas um dia.

 Comunicação rápida

Trabalhar com blogs oferece outra vantagem: a comunicação com o público acontece de maneira mais rápido e organizada.

O campo de comentários de qualquer blog oferece ao leitor do texto que entre em contato com o criador, este, por sua vez, responde a mensagem em instantes.

Apesar das redes sociais serem ótimas, um comentário pode se perder em meio a tanto conteúdo. Já no blog não. Essa resposta vai ficar ali e qualquer pessoa que pesquise sobre o assunto vai tirar alguma dúvida em segundos.

 Portfólio online

Outra coisa interessante que pode ser muito utilizado em diversas empresas é o portfólio online. Portfólios em papéis são um saco.

Você precisa ficar carregando todo aquele peso para mostrar ao cliente. Por que não facilitar as coisas e ter um portfólio online? É muito mais prático e bonito.

Você só precisa ter um computador com internet e, voilá, aí está seu portfólio online funcionando perfeitamente para qualquer um que queira ver e, quem sabe, com isso ser convencido a comprar seu produto/negócio.

Vendas

Chegamos na parte que todo empreendedor adora. As vendas. Com as mil possibilidades que um blog oferece você terá diversas maneiras de convencer alguém a comprar algum produto.

O marketing de conteúdo, que faz parte do marketing digital, ensina como fazer as pessoas confiarem em você para que, posteriormente, você possa fazê-las comprar algo.

E a criação de textos e otimização deles pode levar sua empresa a pessoas que ela nunca alcançou antes. Tudo isso por uma simples pesquisa que alguém realizou durante um dia no Google. Se seu texto for bom e você conhecer técnicas de vendas, pode convencê-la a adquirir algo.

Um blog pode ser uma ferramenta incrível na mão de quem sabe usar. Seus clientes, além de ficarem informados sobre seus negócios, também poderão comprar diretamente de casa, se você aceitar fazer ecommerce (blog que funciona como uma loja virtual).

Conclusão

Blogs são extremamente necessários se você pensa em trabalhar com marketing digital. O texto mostrou qual a importância de ter um blog no marketing digital e porque sua empresa deve optar por ele. Se você quer aprender anda mais, veja esse texto.

O que é marketing de conteúdo

O que é marketing de conteúdo?

O que é marketing de conteúdo?  Marketing de conteúdo é uma forma mais barata e eficaz de atrair clientes para o seu negócio.

Esse tipo de marketing, que não é novo, mas possui técnicas específicas, é um dos mais utilizados pelos profissionais de todas as áreas que possuem blogs ou sites e que, através deles, querem fechar um negócio ou vender um produto.

Mas, afinal, o que é marketing de conteúdo?

O que é marketing de conteúdo?

Marketing de conteúdo é uma estratégia que constitui em elaborar e espalhar conteúdo relevante com o objetivo de atrair seu público alvo, para que esses se tornem clientes. O mais relevante no marketing de conteúdo é a relação de confiança que, ao oferecer algo de valor ao seu cliente, você vai ganhar.

O que é marketing de conteúdo

Através dessa confiança você pode vender seu produto ou oferecer seus serviços. Ou seja, o marketing de conteúdo é um tipo de marketing que usa diversas técnicas para ganhar a confiança do seu público.

Mas como criar um conteúdo mais elaborado e mais rapidamente, para atingir o maior público possível?

Primeiros passos do marketing de conteúdo? – O que é marketing de conteúdo

Após saber o que é marketing de conteúdo, você deve estar ansioso para aprender a aplicar. E como aplicar? Tudo começa com a definição de uma estratégia.

Primeiramente você deve ter um meio de comunicação com seus clientes (blog, newsletter, perfil nas redes sociais, etc) e ele deve estar atualizado.

Não adianta ter um meio de comunicação se o mesmo estiver abandonado. Se isso estiver acontecendo, você deve produzir conteúdo. Mas não qualquer conteúdo, você deve:

  1. Investir em conteúdo de qualidade, produzindo textos duradouros e com muita pesquisa.
  2. Manter uma periodicidade constante de postagens
  3. Promover e otimizar o conteúdo

Montando uma estratégia – O que é marketing de conteúdo

Primeiramente vamos começar com uma pergunta? Qual é seu objetivo principal? Para deixar mais claro, o que definirá o sucesso para você?

Ter milhares de leitores, ter leitores engajados, ter muitos clientes, ranquear várias palavras chaves no Google ou ser uma referência no assunto?

Qual número define sucesso para você? Ter 2 mil leitores mensais? 100 novos leads por mês? Ou por semana? Depois de definir esses objetivos elabore alguns à longo prazo, como ter +15 mil leitores daqui 6 meses ou 1 ano.

Defina suas palavras – O que é marketing de conteúdo

“Como assim definir suas palavras”? Tire um tempo para decidir a forma que você vai escrever em seu site: sério ou divertido?

Você vai falar de maneira superficial ou profunda? Para ajudar a responder essas perguntas, responda essa: Como você quer que sua marque fique conhecida na internet? Jovial? Alegre? Séria?

Planeje um calendário editorial – O que é marketing de conteúdo

Como já dissemos acima, um blog sem atualizações não tem valor nenhum. Para começar no marketing de conteúdo a primeira regra é: atualize seu meio de comunicação.

E como criar uma rotina de atualização para que as coisas fiquem mais fáceis? Simples. Faça um cronograma semanal com cada dia reservado para fazer uma tarefa diferente. Quer um exemplo:

  • Segunda-feira: Artigo sobre notícias da indústria
  • Terça-feira: Vídeo de entrevista com um especialista na área
  • Quarta-feira: Entrevista com um cliente
  • Quinta-feira: Artigo de um autor convidado
  • Sexta-feira: Lista dos melhores artigos da área publicados na internet durante aquela semana

Isso é só um exemplo. Você próprio deve definir o que é importante e montar seu cronograma. Ter um desses ajuda muita na organização e produtividade, pois você sabe exatamente o que precisa fazer e quando precisa fazer.

E com um calendário desses você acaba criando a rotina de segui-lo, eliminando as famosas procrastinações.

Encontre canais de divulgação – O que é marketing de conteúdo

Encontrar canais de divulgação para o seu conteúdo é extremamente importante. Após fazer algo, não pense que as visitas vão cair do céu.

Você precisa trabalhar duro para divulgar o que produziu. Uma estratégia bem-sucedida do marketing de conteúdo é divulgar no Tumblr, Twitter, Facebook, Pinterest e Linkedin.

Sobre o conteúdo – O que é marketing de conteúdo

Títulos cativantes

Você deve saber criar títulos cativantes para o seu conteúdo. O título é a primeira coisa que uma pessoa estará vendo no seu site, por isso, se você tiver um título ruim, as chances de ele não ler o artigo são imensas.

Já um título cativante, que instigue a curiosidade, aumenta em centenas de vezes a chance de as pessoas lerem os artigos até o fim. Para ter uma ideia de como criar títulos impressionantes veja esse artigo.

Modelos editoriais

Modelos editoriais são formas de escritas que você pode utilizar para escrever artigos do dia-a-dia. Esses modelos facilitam a montagem do artigo e a sua escrita. Um bom modelo, por exemplo, seria:

Título:

  • 5 dicas para melhorar sua estratégia de vendas

Estrutura:

  • 1 parágrafo introdutório
  • Lista com as 5 dicas
  • 1 Parágrafo de conclusão

Modelos editoriais acabam criando um padrão de escrita que facilita muito. Claro que você pode, em algum momento, quebrar o padrão e criar artigos especiais e incríveis.

Conclusão

As dicas desse artigo foram retiradas do ebook Marketing de Conteúdo: Primeiros Passos, feito pela Rock Content. O ebook tem um excelente conteúdo e dicas valiosas sobre o assunto. E o melhor: é GRÁTIS! Para baixa-lo clique aqui.

4 dicas de como ganhar dinheiro usando e-mail marketing ainda hoje

4 dicas de como ganhar dinheiro usando e-mail marketing ainda hoje

Como ganhar dinheiro usando e-mail marketing?

A internet possibilitou que diversas formas de marketing surgissem. Entre elas têm o e-mail marketing, que tem se tornada uma das melhores alternativas quando o objetivo é ganhar dinheiro na internet.

Por quê?

Porque o e-mail marketing oferece uma série de vantagens e benefícios que irão te ajudar muito na hora de encontrar e convencer um futuro comprador.

Como ganhar dinheiro usando e-mail marketing

4 dicas de como ganhar dinheiro usando e-mail marketing ainda hoje

1 – O que é e-mail marketing – Como ganhar dinheiro usando e-mail marketing

E-mail marketing é um tipo de marketing que trabalha com listas de e-mail. E-mail é o contato mais pessoal e eficiente nos dias atuais, ou seja, se você quer ganhar dinheiro na internet, trabalhar com e-mail marketing é vital.

O método tem mostrado eficiência e atrai diversos blogueiros, pois, além de proporcionar um contato direto com seus clientes, você envia um e-mail para milhares de pessoas, economizando seu tempo. Resumindo: é um método eficaz e produtivo de ganhar dinheiro.

Para ganhar dinheiro com isso você deve seguir alguns passos básicos que eu irei te mostrar abaixo, mas antes é importante dizer que trabalhar com e-mail marketing é a mesma coisa que pegar boa parte de potenciais clientes do seu nicho, fidelizá-los e os fazerem gerar lucro.

Antes era quase impossível atingir uma taxa tão alta de potenciais clientes, mas esse método possibilitou isso. Agora vamos as dicas.

Dica 1 – Construa uma página de captura – Como ganhar dinheiro usando e-mail marketing

Uma página de captura é, como o nome já diz, uma página onde você vai capturar (conseguir) o e-mail da pessoa para começar a construir sua primeira lista. Página de captura é o melhor método para construir listas de e-mail, e todo mundo as usa.

Você consegue criar páginas de captura de forma rápida e fácil utilizando o plugin Squeeze WP, que é grátis e permite qualquer pessoa criar páginas incríveis no WordPress. Pesquise na internet tutoriais sobre ele que você irá encontrar diversos vídeos ensinando a como criar uma página bacana para capturar futuros clientes.

O Squeeze WP é um plugin utilizado por milhares de blogueiros, por ser grátis e mesmo assim profissional. Claro que existem outras maneiras de criar páginas de captura, maneiras mais profissionais e bonitas, porém são pagas.

Dica 2 – Ofereça algo – Como ganhar dinheiro usando e-mail marketing

Quem não gosta de presentes? Eu gosto, e acredito que você também. Os seus clientes também gostam, e gostam muito. Principalmente se for grátis. Pessoas amam coisas grátis, não importa o que for. Como diz aquele velho ditado: “De graça, até injeção na testa”.

E, pelo que você já deve ter percebido ao procurar por vídeos de páginas de captura, sempre há algo sendo oferecido em troca do e-mail. E essa é a técnica para conseguir milhares de e-mails: ofereça algo grátis em troca do e-mail.

Oferecer o quê? Ebooks, vídeos grátis, um podcast, produto físico, um artigo exclusivo, uma dica secreta, uma planilha, um mini-curso, etc. Qualquer coisa que você possa dar ao seu cliente e fazê-lo feliz. Qualquer material de qualidade que agregue conteúdo. Se você pensa em escrever um ebook, veja nosso guia.

Dica 3- Gere tráfego – Como ganhar dinheiro usando e-mail marketing

Se ninguém ir até sua página de captura, você não vai conseguir nenhum e-mail. Não precisa fazer anúncios alarmantes, mas é importante direcionar pessoas para a página de captura, para que elas conheçam o que você tem a oferecer.

E como fazer isso? Anúncios são a melhor maneira. Você pode, por exemplo, colocar um banner no final de cada artigo do seu blog oferecendo um ebook gratuito sobre X assunto. Ao clicar no banner a pessoa é direcionada para a página de captura.

Outra forma é colocando um banner desse na lateral do site, logo no começo, para que fique bem visível. Banners no meio do artigo também costumam converter bastante. Outra maneira é utilizar vídeos no YouTube para fazer seus anúncios.

Se quiser partir para as maneiras pagas, utilize o Google Ads (links patrocinados) e o Facebook Ads. Todos eles recebem milhões (até bilhões) de tráfego diariamente, e se você quer uma lista grande, não há maneira melhor para começar.

Dica 4 – Trabalhe com sua lista – Como ganhar dinheiro usando e-mail marketing

Não adianta ter uma lista gigante e não fazer nada com ela. A sua lista deve ser trabalhada a partir do momento que você consegue o primeiro e-mail.

Você deve aprender técnicas de como ganhar dinheiro usando o e-mail marketing e aplicá-las. Para trabalhar com listas de e-mail siga algumas dicas:

  • Escreva títulos impossíveis de não serem clicados. Títulos assim aumentam a taxa de abertura. Veja esse artigo do Viver de Blog sobre o assunto.
  • Escreva, apenas em alguns casos, o e-mail com algum suspense, para criar o desejo nas pessoas de clicar no link e descobrir sobre o que você está falando
  • Use gatilhos mentais (temos um artigo sobre isso)
  • Coloque cores chamativas nos links, e coloque os links em diversas partes do texto

E essas são só algumas dicas. Fique ligado no site para ver outros textos sobre o assunto.

Importar roupas de grife é lucrativo (e como você pode fazer isso AGORA!)

Importar roupas de grife é lucrativo (e como você pode fazer isso AGORA!)

Importar roupas de grife é lucrativo, veja como fazer agora! A importação de roupas de grife está se tornando algo bem comum aqui no Brasil.

O mercado de roupas cresce cada dia mais, pois não importa de qual classe você for (A, B, C ou D), roupas é necessário. E todo brasileiro gosta de se vestir bem, então, quando tiver uma roupa de grife barata, lá vamos comprar.

E a verdade é que a Classe C está sendo a que mais compra (ela gastou R$55 bilhões em 2012, R$ 10 bilhões a mais que as classes A e B juntas), então, se você quer ter uma loja de roupa, é interessante ter roupas de grife baratas para que consiga atrair a atenção desse público.

“Roupas de grife baratas? Impossível. Só se forem falsificações”. Você pode pensar isso, mas a verdade é que existe uma forma de conseguir roupas de marca originais e com um preço bem em conta, para que você consiga um lucro bem alto mesmo vendendo por um valor mais baixo. Como é essa forma? Importação.

A importação é a chave para muitas empresas de pequeno porte que estão abrindo agora. Saber importar roupas é uma ótima sacada para qualquer empreendedor que queira abrir uma loja no ramo.

A possibilidade de importar roupas por R$30,00 e revende-las por até R$200,00 é um tiro certeiro. Mas como fazer isso? Importar roupas de grife é lucrativo, veja como fazer agora.

Importar roupas de grife é lucrativo

Importar roupas de grife é lucrativo (e como você pode fazer isso AGORA!)

1 – Por que a importação é lucrativa? – Importar roupas de grife é lucrativo, veja como fazer agora:

A realidade é que os impostos aqui no Brasil são absurdos. Uma simples peça de roupa pode ter mais de 60% do seu valor de impostos. O Brasil é um dos países com maiores impostos do mundo. Repetindo: DO MUNDO.

Por causa disso o brasileiro não tem um poder de compra como o de um estadunidense, por exemplo. Telefones que acabaram de ser lançados lá fora por $649,00 dólares custam aqui mais de R$3.000.

Roupas de grife que lá são vendidas em qualquer lugar e custam apenas $15 dólares, aqui custam R$200,00.

A alta taxa de impostos e a vontade dos comerciantes em “meter a faca” nos consumidores já é algo comum aqui no Brasil, por isso são poucas as pessoas que realmente podem se vestir bem ou possuir um telefone que acabou de ser lançado.

Mas há formas de passar por cima dessas limitações e conseguir comprar produtos e roupas muito mais barato. A chave para isso é a importação.

Você pode, por exemplo, aprender a importar roupas para montar um negócio próprio, ou simplesmente para comprar para você e sua família. Dar R$200,00 em uma simples camiseta nunca mais irá fazer parte da sua vida se você conhecer as dicas do Academia do Importador.

2 – O que é o Academia do Importador – Importar roupas de grife é lucrativo, veja como fazer agora:

O Academia do Importador é um curso de alta qualidade com dicas incríveis e que realmente funcionam sobre como importar roupas, calçados, perfumes e lingeries dos EUA, China e até do Peru.

O curso ensina tudo o que uma pessoa precisa saber sobre importação. Desde o básico até o mais avançado. O Filipe, ministrador e criador do curso, tem um vasto conhecimento na área e já é importador há muitos anos.

Com uma carreira tão bem-sucedida e com uma vontade de ajudar outras pessoas, o Filipe resolveu ensinar segredos que estavam guardados a 7 chaves sobre importação de roupas e outros produtos dos EUA. E não roupas falsificadas, somente originais. Somente roupas de grife da Hollister, Aéropostale, Calvin Klein, Abercrombie, GAP, BOSS, Ralph Lauren, Lacoste, Tommy Hilfiger, etc.

E você vai aprender a como importar roupas dos EUA que aqui no Brasil custam R$200,00 e lá custa apenas R$30,00. Roupas que podem ser revendidas aqui e darem uma alta taxa de lucro. Com essas dicas que estavam guardadas até hoje, você poderá montar um negócio próprio,

E quanto custa tudo isso? O Academia do Importador é o melhor curso que ensina a como importar roupas de grife.

Com informações tão valiosas e uma dedicação que só o Filipe possui, o curso poderia custar, facilmente, mais de R$2.000,00. Mas, como o objetivo dele é ajudar outras pessoas a terem sucesso na vida, o curso está custando apenas R$297,00. E esse valor ainda pode ser parcelado em 12 vezes.

Se você pensar que com apenas 2 camisetas importadas e revendidas você consegue cobrir esse investimento, não é uma má ideia adquirir o curso. E seja rápido, pois o Filipe não garante até quando ele estará à venda.

Se ainda estiver em dúvida, acesse esse link e saiba um pouco mais de informações sobre o curso Academia do Importador. Importar roupas de grife é lucrativo, e é um excelente negócio.